v. 15, n. 29 (2019)

Dossiê: O Diabo na Literatura Ocidental

O presente número pretende analisar a trajetória de Lúcifer/Santanás/Diabo no Primeiro e Segundo Testamentos Bíblicos, bem como sua migração para a Literatura Ocidental, cinema, música e quadrinhos. Justifica-se esta temática uma vez que o Diabo apresenta-se como fenomenal personagem de papel, de ficção em obras da Literatura Ocidental tais como  A Divina Comédia, de Dante Alighieri, O Auto da Barca do Inferno, de Gil Vicente, O Evangelho segundo Jesus Cristo, de José Saramago, Grande Sertão: Veredas, de Guimarães Rosa, O mestre e a Margarida, de Mikhail Bulgakov, Os Irmãos Karamázov, de Fiódor Dostoiévski, Doutor Fausto, de Thomas Mann, a Conversão do Diabo, de Andreiev, de  “O Sermão do Diabo” e “A Igreja do Diabo”, de Machado de Assis, em diversas obras de literatura infantil, tais como O cabelo de Ouro do Diabo, o Moinho do DiaboA Diaba e sua filha ,de Marie Ndiaye, De Morte!, de Ângela Lago, e sua expressiva presença na literatura de cordel do nordeste brasileiro. Que diabo é este que tem papel e espaço garantido nas letras, no cinema, nos quadrinhos, nas pinturas? Que dizem os teólogos cristãos sobre esta ficção? De onde vem o paratexto para a construção desta ausência sempre presente? Se o Diabo não existe tudo é permitido? Porque um Fóssil Teológico sobrevive à passagem de dois milênios. Espera-se, com este número da GUAVIRA LETRAS, acolher estudos nas seguintes abordagens:

  • O Lúcifer Bíblico
  • Alcunhas do Diabo
  • O Diabo na Literatura Ocidental
  • O Diabo na Música
  • O Diabo na Literatura Infantil e Juvenil
  • O Diabo na Literatura de Cordel
  • O Diabo no Cinema 
  • Possessões demoníacas
  • O Diabo na Pintura
  • Demoníaco e Monstruosidades
  • As obras críticas sobre o Diabo: Roberto Muchemblend, Peter Stanford, Albert Cousté, Giovanni Papini, etc
  • O Diabo e a parapsicologia.
  • A cultos de excomunhão e o Neo Pentecostalismo.
  • A banalidade do mal

Palavras-Chave: Literatura. Teologia. Diabo. Lúcifer. Possessão. Psiquiatria

Sumário

Apresentação - Dossiê

Salma FERRAZ (UFSC)

Dossiê

Marcelo Pacheco SOARES (IFRJ)
Salma FERRAZ (UFSC), Erik Dorff SCHMITZ (UFSC), José Ernesto de VARGAS (UFSC)
Gabriele GREGGERSON (FAGAMMON), Esdras Alexandre Silva da ROCHA (UPM)
Patrícia Leonor MARTINS (UFSC)
Valdemir KLAMT (UFSC)
Paullina Lígia Silva CARVALHO (UEPB), Antonio Carlos de Melo MAGALHÃES (UEPB)
Luís Carlos S. BRANCO (Universidade de Aveiro)
Estela Ramos Souza de OLIVEIRA (IFSC), José Ernesto de VARGAS (UFSC)
Alessandra Paula RECH
Sara Vitorino FERNANDEZ (Universidade de Lisboa)
Eli Brandão da SILVA (UEPB), Ayanne Larissa Almeida de SOUZA (UEPB)
Ellen dos Santos OLIVEIRA (UFS), Christina Bielinski RAMALHO (UFS)
Fabian Quevedo da ROCHA (UFRGS), Lis Yana de Lima MARTINEZ (UFRGS), Sandra Sirangelo MAGGIO (UFRGS)
John David Peliceri da SILVA (FAFICA/IMES), Nelson Luis RAMOS (UNESP/São José do Rio Preto)
Ana Paula Pedroso FERNANDES (Universidade de Aveiro)
Paulo César RIBEIRO FILHO (USP), Marcia Maria de Arruda FRANCO (USP)
Carlos Giovani Dutra DEL CASTILLO (FURG), Antonio Carlos MOUSQUER (FURG)
Luiza Liene BRESSAN (UNIBAVE), Ana Caroline Voltolini FERNANDES (UNISUL), Heloisa Juncklaus Preis MORAES (UNISUL)
Paulo André Machado KULSAR (UFT), Adriana Carvalho CAPUCHINHO (UFT), Rodrigo Poreli Moura BUENO (UFT)
Pauliane AMARAL (UFMS/Três Lagoas)
Kenia Maria de Almeida PEREIRA (UFU)
Carolina de Aquino GOMES (UFPI)
Carlos Eduardo SILVA (UFSC)

TRADUÇÃO

Um dia na praia, de Alia Yunis
Juciara FERNANDES (PUC Minas), Marise MYRRHA (PUC Minas), Priscila CAMPELLO (PUC Minas)

Vária

Susana VIEIRA (Universidade de Nova Lisboa), Rosa FINA (Universidade de Lisboa)