Resistência e exclusão nos relatos da população em situação de rua de Três Lagoas–MS / Resistance and exclusion in the reports of the homeless population in Três Lagoas-MS

Elizabeth FÁVERO (UFMS/Três Lagoas), Celina Aparecida Garcia de Souza NASCIMENTO (UFMS/Três Lagoas)

Resumo


Resistência e exclusão nos relatos da população em situação de rua de Três Lagoas-MS

RESUMO:O objetivo deste artigo é problematizar as representações de exclusão e resistência construídas pela população em situação de rua no seio das instituições família e trabalho com o intuito de rastrear as convergências e divergências presentes das formações discursivas, ainda discutir subjetividades desses sujeitos que reconhecem nesse espaço-rua, um lugar comum. Pretendemos também, interpretar os processos de identificação (des)estabelecidos pelos sujeitos em situação de rua de Três Lagoas, supondo que esses revelem traços de sua identidade e dos respectivos percursos históricos e ideológicos. Inscrito no viés discursivo da Análise do Discurso Francesa, com base no método arqueogenealógico foucaultiano, a pesquisa constituiu-se na gravação e análise dos relatos da população em situação de rua. Fundamentamo-nos, especialmente, nos pressupostos teóricos de Foucault (1979; 1988; 2006) e Coracini (2007; 2010). Os resultados indicam que a população de rua resiste e assujeita-se à exclusão social, o que assinala o paradoxo desse estar entre-lugares. Os discursos confrontam-se constantemente e desvelam identidades cindidas entre a resistência e o desejo de integração.

PALAVRAS-CHAVE: Análise do Discurso.População em Situação de Rua.Exclusão.

 

Resistance and exclusion in the reports of the homeless population in  Três Lagoas-MS

ABSTRACT: The objective of this article is to problematize the representations of exclusion and resistance constructed by the homeless population within the family and work institutions in order to trace the present convergences and divergences of the discursive formations, and to discuss the subjectivities of those individuals who recognize this street space as an ordinary place. We also intend to interpret the identification processes (des) established by the homeless subjects of Três Lagoas, assuming that these reveal traces of their identity and the respective historical and ideological paths. Inscribed in the discursive bias of the French Discourse Analysis, based on the foucaultiana archaeological method, the research constituted the recording and analysis of the reports of the homeless population. We based ourselves especially on the theoretical assumptions of Foucault (1979, 1988, 2006) and Coracini (2007, 2010). The results indicate that this homeless population is resistant to social exclusion, which marks the paradox of being between places. Discourses constantly confront each other and reveal disjointed  identities between resistance and the desire for integration.

KEYWORDS: Discourse Analysis. Homeless population. Exclusion.

 

Resistencia y exclusión en los relatos de la populación en situación de calle en Três Lagoas-MS

RESUMEN: El objetivo de este artículo es problematizar las representaciones de exclusión y resistencia construidas por la población en situación de calle dentro de las instituciones familiares y de trabajo con el objetivo de rastrear las convergencias y divergencias presentes de las formaciones discursivas, aún discutir subjetividades de esos sujetos que reconocen en ese espacio- calle, un lugar común. También pretendemos interpretar los procesos de identificación (des) establecidos por los sujetos en situación de calle de Três Lagoas, suponiendo que éstos revelan rasgos de su identidad y de los respectivos recorridos históricos e ideológicos. En el análisis de los relatos de la población en situación de calle, inscrito en el sesgo discursivo del Análisis del Discurso Francés, con base en el método arqueogenealógico foucaultiano, la investigación se constituyó en la grabación y análisis de los relatos de la población en situación de calle, se fundamenta en los presupuestos teóricos de Foucault (1979, 1988, 2006) y Coracini (2007; 2010. Los resultados indican que la población de calle se resiste y se asocia a la exclusión social, lo que señala la paradoja de ese estar entre-lugares. Los discursos se enfrentan constantemente y desvelan  identidades escindidas entre la resistencia y el deseo de integración.

PALABRAS CLAVE: Análisis del Discurso. Población en Situación de Calle. Exclusión


Texto completo:

PDF - P. 191-206

Referências


REFERÊNCIAS

ARENDT, Hannah, A condição humana. Tradução de Roberto Raposo. 11. ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2010.

AUTHIER-REVUZ, Jaqueline. Heterogeneidade(s) enunciativas. Tradução de Celene M. Cruz; João Wanderlei Geraldi. Cadernos de Estudos Linguísticos, Campinas, n. 19, p. 25-42, jul./dez.1990.

BAUMAN, Zygmunt. Globalização: as consequências humanas. Tradução de Marcus Penchel. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1999.

BORGES, Stela Lemos. A consignação da violência: a peonagem na região de Três Lagoas-MS. 2002, 237f. (Tese de Doutorado em Ciências Sociais). Campinas: Universidade de Campinas, Campinas. 2002.

BORGES, Maria Stella. Lemos. Precarização, exclusão social e violência: a peonagem no mundo do trabalho. In: BORGES, Maria Celma; OLIVEIRA, Vitor Wagner Neto de. (Org.). Cultura, trabalho & memória: faces da pesquisa em Mato Grosso do Sul. Campo Grande: Editora da UFMS, 2006. p. 203-241

CASTELLS, Manuel. O poder da identidade. Tradução de Klauss Brandini Gerhardt. São Paulo. Paz e Terra, 2008.

CORACINI, Maria José. Vozes (des)ordenadas e (in)fames. In: MILANEZ, N.; GASPAR, N.R. (org). A (des)ordem do discurso. São Paulo: Contexto, 2010. p. 105-126

CORACINI, Maria José. A Celebração do Outro: arquivo, memória e identidade - línguas (materna e estrangeira), plurilinguismo e tradução. Campinas: Mercado das Letras, 2007.

COVRE, Maria de Lourdes Manzini. O que é cidadania. São Paulo: Brasiliense, 2007. (Coleção Primeiros Passos).

FÁVERO, Elizabeth. Representação e Resistência nos relatos da População em Situação de Rua de Três Lagoas. 2011. 134f. (Dissertação de Mestrado em Letras). Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Três Lagoas. 2011.

FIORIN, J. L. As astúcias da enunciação: as categorias de pessoa, tempo e espaço. São Paulo: Editora Ática, 1996.

FOUCAULT, Michael. Microfísica do poder. Tradução Roberto Machado (org.) Rio de Janeiro: Edições Graal, 1979.

FOUCAULT, Michael. História da Sexualidade I: a vontade de saber. Tradução de Maria Thereza da Costa Albuquerque e J. A. Guilhon Albuquerque. Rio de Janeiro: Edições Graal, 1988.

FOUCAULT, Michael. Estratégia, poder-saber. Manoel Barros da Mota (org.). Tradução de Vera Lucia Avellar Ribeiro. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2006.

GIRÃO, Simone Anselmo. Do ideário desenvolvimentista ao universo social carvoeiro: 1964-1994. 2003.114f. (Dissertação de Mestrado em História), Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, Dourados. 2003.

HOUAISS, Antônio; Dicionário eletrônico Houaiss da língua portuguesa. Versão 3.0. Editora Objetiva e FL Gama Design, 2009.

MENDONÇA, Nadir Domingues. A (des)construção das (des)ordens: poder e violência em Três Lagoas, 1915-1945. 1991. Vol. 1 (Tese de Doutorado em História) São Paulo: Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas. Universidade de São Paulo. FLCH-USP. 1991.

NEVES, Maria Helena de Moura. Gramática de Usos do Português. São Paulo: Editora UNESP, 2000.

PÊCHEUX, Michel. Semântica e Discurso: uma crítica à afirmação do obvio. Tradução de Eni Pulcinelli Orlandi. Campinas: Editora da UNICAMP, 1988.

PIMENTA FILHO, Jorge A. Negar e no fundo querer recalcar. Disponível em: http://www.ebp.org.br/biblioteca/pdf_biblioteca/Jorge_Pimenta_Negar_e_no_fundo_querer_recalcar.pdf. Acesso em: 18 jul. 2011.

REVEL, Judith. Foucault: conceitos essenciais. Tradução de Maria do Rosário Gregolin; Nilton Milanez; Carlos Piovesani. São Carlos: Clara Luz, 2005. p. 74-76.

REZENDE, Viviane de Melo. Análise de Discurso Crítica e Etnografia: O movimento nacional de meninos e meninas de rua, sua crise e o protagonismo juvenil. 2008. (Doutorado em Linguística). Universidade de Brasília: Brasília, 2008.

WALTY, Ivete L. C. Corpus rasurado: exclusão e resistência na narrativa urbana. Belo Horizonte: Editora PUC Minas; Autêntica, 2005.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Guavira Letras (PPG-Letras) - ISSN 1980-1858