Os sujeitos segundo a semiolinguística na epístola de Paulo aos Filipenses / The subjects according to the semiolinguistics in the epistle of Paul to the Philippians

David Araújo de CARVALHO (FAEME), Francisco Armando de Sousa OLIVEIRA (FAEME)

Resumo


Os sujeitos segundo a semiolinguística na epístola de Paulo aos Filipenses 

RESUMO: Busca-se neste trabalho trazer algumas reflexões acerca do discurso religioso e da concepção de sujeito diante da teoria discursiva do quadro comunicacional de Charaudeau (2008).  Por meio da concepção de sujeito do autor, serão revelados, através da semiolinguística, os sujeitos por trás do explícito na carta paulina. Salienta-se para a importância de caracterizar o discurso religioso de acordo com o que propõem Orlandi (2011) e Citelli (2002) que os enquadram aos discursos assimétricos, irreversíveis e tendem para o autoritarismo. Concepções como enunciador e enunciatário, trabalhados por Fiorin (2016), além de outras características e marcas do discurso pertinentes ao trabalho também serão abordadas. Vale lembrar que o quadro teórico se volta para a Análise do Discurso Francesa. O corpus em análise será a carta de Paulo aos filipenses. O principal objetivo é esclarecer como são construídos os lugares de enunciador e enunciatário no discurso religioso, para revelar que o próprio ato da linguagem é um lugar de imaginários discursivos associados a fatores externos e internos a língua.

PALAVRAS-CHAVE: Semiolinguística. Sujeito. Discurso Religioso. Filipenses.

 

The subjects according to the semiolinguistics in the epistle of Paul to the Philippians

ABSTRACT: In this work, some reflections about the religious discourse and the subject's conception are presented in front of the discursive theory of the communicational framework of Charaudeau (2008). Through the conception of subject of the author, the subjects behind the explicit in the Pauline letter will be revealed through semiolinguistics. We emphasize the importance of characterizing religious discourse according to what Orlandi (2011) and Citelli (2002) propose that frame them to asymmetric, irreversible discourses and tend towards authoritarianism. Concepts as enunciator and enunciate, worked by Fiorin (2016), as well as other characteristics and marks of discourse pertinent to the work will also be approached. It is worth remembering that the theoretical framework turns to the French Discourse Analysis. The corpus under analysis will be Paul's letter to the Philippians. The main objective is to clarify how the places of enunciator and enunciate in religious discourse are constructed, to reveal that the act of language itself is a place of discursive imaginaries associated with external and internal factors of language.

KEYWORDS: Semiolinguistics. Subject. Religious Discourse. Philippians. 

 

Los sujetos siguiendo la semiolinguística en la epistola de Pablo a los Filipenses

RESUMEN: En este trabajo se busca traer algunas reflexiones acerca del discurso religioso y de la concepción del sujeto delante de la teoría discursiva de un cuadro comunicacional de Charaudeau (2008).  Por medio de la concepción del sujeto del autor, serán revelados, a través de la semiolinguística, los sujetos por detrás de lo explícito en la carta de Pablo. Destacase la importancia de caracterizar el discurso religioso de acuerdo con lo que proponen Orlandi (2011) y Citelli (2002) que los encuadran a los discursos asimétricos, irreversibles y tienden para el autoritarismo. Concepciones como enunciador e enunciatário, trabajados por Fiorin (2016), además de otras características y marcas del discurso pertinentes al trabajo también serán abordadas. Vale la pena recordar que el cuadro teórico gira en torno al análisis del Discurso de Francesa. El corpus en análisis será la carta de Pablo a los filipenses. El principal objetivo es esclarecer como son construídos los lugares de enunciador y enunciatário en el discurso religioso, para revelar que el próprio acto del lenguaje es un lugar imaginario discursivo asociado a factores externos e internos a la lengua.

PALABRAS CLAVE: Semiolinguística. Sujeto. Discurso Religioso. Filipenses.


Texto completo:

PDF - P. 317-331

Referências


REFERÊNCIAS

BÍBLIA. Português. Bíblia Sagrada. Tradução de João Ferreira de Almeida. Revista e Atualizada no Brasil. 2 ed. Barueri- SP: Sociedade Bíblica do Brasil, 2008. 1664p.

BARCLAY, William. The Letter to the Philippians. Tradução de Carlos Biagini. Glasgow: Trinity College, 1959.

CHARAUDEAU, Patrick. Linguagem e discurso: modos de organização. Tradução de Angela M. S. Corrêa & Ilda Lúcia Machado. São Paulo: Contexto, 2008.

CITELLI, Adilson. Linguagem e Persuasão. 15. ed. São Paulo: Ática, 2002.

FIORIN, José Luiz. Elementos de análise do discurso.15. ed., 3ª reimpressão. São Paulo: Contexto, 2016.

MARTELOTTA, Mario Eduardo. Funções da Linguagem. In: MARTELOTTA, Mario Eduardo (Org.). Manual de Linguística. 2. ed., 5ª reimpressão. São Paulo: Contexto, 2017. p. 31-41.

MAINGUENEAU, Dominique. Novas Tendências em Análise do Discurso. Tradução de Freda Idursky; revisão dos originais da tradução Solange Maria Ledda Gallo, Maria da Glória de Deus Vieira de Moraes. 3. ed. Campinas: Pontes, 1997.

MARTIM, Ralph P. Filipenses: introdução e comentário. Tradução de Oswaldo Ramos. São Paul: Vida Nova, 1985.

ORLANDI, Eni P. A linguagem e seu funcionamento: as formas do discurso. 6. ed. Campinas, SP: Pontes, 2011.

ORLANDI, Eni P. Análise do discurso: princípios e procedimentos. 12. ed. Campinas, SP: Pontes, 2015.

ROBERTSON, Archibald Thomas. Épocas na vida de Paulo: um estudo do desenvolvimento na carreira de Paulo. Tradução de A. Bem Oliver. 2. ed. Rio de Janeiro: Junta de Educação Religiosa e Publicações, 1982.

TEODORO, Agmar Bento. O quadro comunicacional e a produção da subjetividade em uma campanha de Educação de Trânsito. Anais do I Seminário Internacional de Pesquisas em Midiatização e Processos Sociais, [S.l.], v. 1, n. 1, jun. 2017. Disponível em: http://midiaticom.org/anais/index.php/seminariointernacional/article/view/28. Acesso em: 17 maio 2018.


Apontamentos



Direitos autorais 2018 Guavira Letras (PPG-Letras) - ISSN 1980-1858