À esquerda do pai e o retorno do filho pródigo no cinema literário de Lavoura Arcaica / To the left of the father and the return of the prodigal son in the literary cinema of Lavoura Arcaica

Ana Clara Magalhães de MEDEIROS (IFG), Augusto Rodrigues da SILVA JUNIOR (UnB), Lemuel da Cruz GANDARA (IFG)

Resumo


RESUMO: A parábola bíblica que narra o retorno do Filho Pródigo evoca questões sobre alteridade, luxúria, amor e reconciliação. Essas características se estendem na estrutura do romance Lavoura arcaica (1975), de Raduan Nassar, bem como do filme homônimo de Luiz Fernando Carvalho (2001). Este artigo é um estudo comparativo entre o texto religioso, o romance e o longa-metragem, com o objetivo de analisar o primeiro diálogo entre pai e filho em um processo que resulta em perdão e tragédia familiar. No âmbito do cinema literário brasileiro, o exame do filme evidencia, por um lado, desdobramentos de contrastes dialógicos, ângulos sacros e luzes em chiaroscuro, que traduzem a palavra em audiovisual. Por outro ângulo, revela os conflitos íntimos dos personagens e suas transformações ao longo do percurso que os levaram àquele encontro: retorno e comunhão lavrados em sangue. O referencial teórico se fundamenta em Mikhail Bakhtin e Giorgio Agamben, Silva Junior e Gandara.

PALAVRAS-CHAVE: Filho pródigo. Lavoura arcaica. Cinema literário brasileiro. Tradução coletiva.

 

ABSTRACT: The bible parable narrating the prodigal son’s return evokes on us matters about alterity, lust, love, and reconciliation. These characteristics spread over on the novel structure Lavoura Arcaica (1975) by Raduan Nassar as well as on the homonym movie by Luiz Fernando Carvalho (2001). This article is a comparative study among the religious text, the novel and the feature film, aiming to analyse the first dialogue between father and son in a process that results in forgiveness and family tragedy. In the scope of Brazilian literary cinema, the movie’s examination makes evident, in one hand, a dialogical contrast unfold, holy angles and lights in chiaroscuro, which translates the word in audiovisual; on the other hand, it shows the characters intimate conflicts and their transformations along the way leading to that encounter: return and communion drawn up in blood. The theoretical referential is founded in Mikhail Bakhtin and Giorgio Agamben, Silva Junior and Gandara. 

KEYWORDS: Prodigal Son. Lavoura arcaica. Brazilian literary cinema. Collective translation.


Texto completo:

PDF - P. 328-340

Referências


REFERÊNCIAS

AGAMBEN, G. Nudez. Tradução de Davi P. Carneiro. Belo Horizonte: Autêntica, 2015.

BAKHTIN, M. Estética da criação verbal. Tradução Paulo Bezerra. São Paulo: Martins Fontes, 2003.

BAKHTIN, M. Os gêneros do discurso. Tradução de Paulo Bezerra. São Paulo: Editora 34, 2017.

BÍBLIA. Evangelho segundo São Lucas. A Bíblia de Jerusalém. 2. ed. Vários tradutores. São Paulo: Paulus, 1995, p. 1926-1978.

BORGES, J. L. História da eternidade. In: _____. Obras completas de Jorge Luís Borges. Vários tradutores. Vol. 1. São Paulo: Globo, 1999. p. 381-468.

CARVALHO, L. F. Sobre o filme Lavoura arcaica. Cotia: Ateliê Editorial, 2002.

DRUMMOND, Carlos. Poema de sete faces. Obra Completa. Rio de janeiro: Nova Aguilar, 1973. p. 53.

FONSECA, R. in: DIEGUES, C.; MERTEN, L. C.; FONSECA, R. Cinco mais cinco: os maiores filmes brasileiros em bilheteria e crítica. Rio de Janeiro: Legere, 2007.

FREUD, S. “O Estranho” (1919). _____. História de uma neurose infantil. Vários tradutores. E.S.B., Vol. XVII, Rio de Janeiro: Imago, 1969.

GADAMER, H. Verdade e método: traços fundamentais de uma hermenêutica filosófica. Tradução de Flávio Paulo Meurer. Rio de Janeiro: Vozes, 1999.

NASSAR, R. Lavoura arcaica. São Paulo: Companhia das letras, 2014.

REICHMANN, B. T.; PELISSARI, P. R. Lavoura arcaica e o dionisíaco: interface entre a narrativa e o mito. In: REICHMANN, B. T. (org.). Relendo Lavoura arcaica. Curitiba: Beatrice, 2007. p. 31-55.

SILVA JR. A. R.; GANDARA, L. C. Bakhtin e cinema: tradução coletiva e dialogismo em Orgulho e preconceito de Jane Austen. In. FRANCO, Kátia Regina et. al. (Org.). II Encontro de estudos bakhtinianos: vida cultura e alteridade. São Carlos: Pedro e João editores, 2013b. p. 83-88.

SILVA JR. A. R.; GANDARA, L. C. Calças, saias e quinquilharias mundanas: uma análise do vestuário do filme Lavoura arcaica pelo viés da tradução coletiva. Orson, n. 5, p. 152-166, 2013a. Disponível em: http://orson.ufpel.edu.br/content/05/artigos/o_processo/03_augusto_junior.pdf. Acesso em: 15 mai. 2018.

SILVA JR. A. R.; GANDARA, L. C. O cinema literário brasileiro: Abril despedaçado, uma tradução coletiva. Anais do VII Seminário Nacional de Pesquisa em Arte e Cultura Visual, p. 356-365, 2014. Disponível em: http://projetos.extras.ufg.br/. Acessado em: 16 nov. 2017.

SILVA JR. A. R.; GANDARA, L. C. O encontro dialógico e colaborativo entre a literatura brasileira e o cinema no limiar da Pós-Retomada: traduções coletivas no cinema literário. Letras & Letras, n. 31, p. 386-405, 2015. Disponível em: http://www.seer.ufu.br/index.php/letraseletras/article/view/29587. Acesso em: 05 jan. 2018.

VIEIRA, A. Sermão da Sexagésima. In: _____. Obra completa Padre António Vieira. Sermão da Sexagésima e sermões da quaresma. Organização de José E. Franco e Pedro Calafate. Tomo II. Vol. II. São Paulo: Loyola, 2015a. p. 43-73.

VIEIRA, A. Sermão Segundo do Mandato. In: _____. Obra completa Padre António Vieira. Sermões da Quaresma e da semana Santa, 1a parte ciclo temporal litúrgico. Organização de José E. Franco e Pedro Calafate. Tomo II. Vol. IV. São Paulo: Loyola, 2015b. p. 367-393.

Filmografia

Lavoura arcaica. Direção (roteiro e adaptação) de Luiz Fernando Carvalho. LFC Produções/Vídeo Filmes. Barueri: Europa Filmes, 2007. [DVD]. (171 minutos), colorido.

Que teus olhos sejam atendidos. Direção de Luiz Fernando Carvalho. Roteiro de Luiz Fernando Carvalho e Raquel Couto. GNT/Videofilmes. 1997. [DVD]. (70 minutos), colorido.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Guavira Letras (PPG-Letras) - ISSN 1980-1858