A adaptação dos mitos bíblicos segundo a teoria literária: o conflito pelo direito da primogenitura em Dois irmãos, de Milton Hatoum / The adaptation of the biblical myths according to the literary theory: the conflict for the birthright in Dois irmãos

Robson Caetano dos SANTOS (PUC - Minas Gerais)

Resumo


RESUMO: O resgate de mitos e histórias do passado presentes na literatura, principalmente a partir do surgimento do gênero romanesco, serve como discussão sobre o papel da recepção e do leitor como (re) construtores e atualizadores, juntamente com o autor, nesta análise sobre o mito bíblico sobre a discórdia entre irmãos, presente na obra Dois Irmãos, de Milton Hatoum. Viabilizada com as discussões sobre a teoria da estética da recepção, de Hans Robert Jauss, coerente com Terry Eagleton, Bakhtin, Iser, Northrop Frye e Robert Alter, a leitura proposta neste artigo objetivou demostrar como o tema da usurpação e rivalidade bíblica entre os gêmeos é possível de ser relido no tom de insurgência contra a ditadura militar de 1970, que serviu como pano de fundo histórico neste romance, além da fragmentação existencial e busca por uma identidade, presentes no contexto da sociedade atual, dentre outras leituras.

PALAVRAS-CHAVE: Mito bíblico. Disputa pela primogenitura. Teoria literária. Releitura. Dois irmãos.

 

ABSTRACT: The retrieval of myths and stories from the past present in literature, especially from the emergence of the romance genre, it’s useful as a discussion about the role of reception and the reader as (re) constructors and updaters, together with the author, in this analysis of the  biblical myth about the rivalry between brothers, present in the book Dois Irmãos, by Milton Hatoum. This analyse was possible by Hans Robert Jauss's discussion about the theory of reception, which was coherent with Terry Eagleton, Bakhtin, Iser, Northrop Frye, Robert Alter. The reading proposed in this article also aimed at demonstrating how the theme of usurpation and biblical rivalry between the twins is possible to be reread in the tone of insurgency against the brazilian military dictatorship of 1970, which served as a historical background in this book, in addition to the existential fragmentation and search for an identity, present in the context of the current society, among other interpretations.

KEYWORDS: Biblical myth. Disputed by the birthright. Literary theory. Rereading. Dois irmãos.


Texto completo:

PDF - P. 50-61

Referências


REFERÊNCIAS:

ALTER, Robert. A arte da narrativa bíblica. Tradução de Vera Pereira. São Paulo: Companhia das Letras, 2007.

BAKHITIN, Mikhail. Questões de Literatura e de Estética: a teoria do romance. Tradução de Aurora Fornoni Bernadini. São Paulo: Martins Fontes, 2010.

BAKHTIN, Mikhail. Marxismo e filosofia da linguagem. Tradução de Michel Lahud e Yara Frateschi Vieira. São Paulo: Hucitec, 2006.

BÍBLIA. Bíblia de Promessas. Tradução de João Ferreira de Almeida. 13ª Edição. São Paulo: King’s Cross Publicações, 2010.

EAGLETON, Terry. Teoria da literatura: uma introdução. Tradução de Waltensir Dutra. São Paulo: Martins Fontes, 2006.

FRYE, Northrop. Código dos Códigos: a Bíblia e a Literatura. Tradução de Flávio Aguiar. São Paulo: Boitempo, 2004.

HATOUM, Milton. Dois irmãos. 3. ed. São Paulo: Companhia das Letras, 2006.

ISER, Wolfgang. O ato da leitura: uma teoria do efeito estético. Tradução de Johannes Kretschmer. São Paulo: Ed. 34, 1996.

JOLLES, André. Formas simples. Tradução de Álvaro Cabral. São Paulo: Cultrix, 1976.

JAUSS, Hans Robert et al. A literatura e o leitor: textos de estética da recepção. Tradução de Luis Costa Lima. Rio de Janeiro: Paz e terra, 1979.

ZILBERMAN, Regina. Estética da recepção e história da literatura. São Paulo: Ática, 1989.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Guavira Letras (PPG-Letras) - ISSN 1980-1858