A ditadura militar brasileira documentada: Os dias com ele

Izabel Fontes (Univ. de Hamburgo)

Resumo


Este artigo pretende analisar a memória da ditadura militar brasileira através de uma aproximação ao documentário Os dias com ele, de Maria Clara Escobar. Produzido em 2013, Os dias com ele pode ser enquadrado em uma zona do documentário contemporâneo que, no lugar da certeza argumentativa, aponta à incerteza através da perfomartização da subjetividade. Ancorado por uma narração pessoal e em primeira pessoa que, embora não deixe de levantar questões, se propõe pouco a respondê-las, o filme deve também ser visto como uma busca identitária. Dessa maneira, temos um questionamento acerca do significado dos anos de ditadura militar a partir de um enfoque pessoal, onde no centro está uma narrativa privada, que se afasta da utilização de registros documentais oficiais e do diálogo com vozes de autoridade.

 


Texto completo:

PDF - p. 154-163

Referências


BARRENHA, Natalia e PIEDRAS, Pablo [orgs.]. Silêncios históricos e pessoais: memória e subjetividade no documentário latino-americano contemporâneo. Campinas: Editora Medita, 2014.

GAMERRO, Carlos. Tierra de la memoria. 2010 Disponível em: http://www.pagina12.com.ar/diario/suplementos/libros/10-3787-2010-04-11.html

GINZBURG, Jaime. Crítica em tempos de violência. São Paulo: Edusp, 2012.

HIRSCH, Marianne. 1997.

________________. The generation of postmemory: Writing and visual culture after the Holocaust. New York: Columbia, 2012.

LEJEUNE, Philippe. O pacto autiobiográfico: de Rousseau à internet. Belo Horizonte: UFMG, 2008.

LUDMER, Josefina. Temporalidades del presente. Rosario: Centro de Estduios de Teoría y Crítica Literaria, 2000.

NICHOLS, Bill. La representación de la realidad - Cuestiones y conceptos sobre el documental. Barcelona: Paidós, 1997.

RICOUER, Paul. A memória, a história, o esquecimento. São Paulo: Editora Unicamp, 2007.

RENOV, Michel. The subject of documentary. Minnesota: University of Minnesota Press, 2004.

SARLO, Beatriz. Tempo passado, cultura da memória e guinada subjetiva. São Paulo: Companhia das Letras, Belo Horizonte: UFMG, 2007.

SÜSSEKIND, Flora. Retratos e egos. In: Literatura e vida literária - Polêmicas, diários & retratos. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1985.

TONELO, Gabriel. A escola de Cambridge e o desenvolvimento do documentário autobiográfico norte-americano. In: Rebeca, Revista de Estudos de Cinema e Audiovisual, Ano 3, Edição 6. 2014.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Guavira Letras (PPG-Letras) - ISSN 1980-1858 (Qualis A2)