Um panorama de abordagens da narrativa nos estudos da linguagem

Gustavo Ximenes Cunha (UNIFAL - MG)

Resumo


Este trabalho oferece elementos para uma compreensão inicial de abordagens importantes que têm fundamentado fortemente o estudo da narrativa no Brasil. O trabalho mostra que essas abordagens da narrativa formam um domínio de pesquisa complexo, no qual é possível reconhecer duas famílias teóricas distintas. De um lado, Benveniste e Weinrich estudam a narrativa com o auxílio de critérios linguísticos. De outro lado, Labov, Adam e Bronckart estudam a narrativa com o auxílio de critérios principalmente referenciais

Texto completo:

PDF - p. 36-51

Referências


ADAM, J. M. Les textes: types et prototypes. Paris: Nathan, 1992.

ADAM, J. M. Linguistique textuelle: des genres de discours aux textes. Paris: Nathan, 1999.

ADAM, J. M. A lingüística textual: introdução à análise textual dos discursos. São Paulo: Cortez, 2008.

ADAM, J. M. Genres de récits: narrativité et généricité des textes. Louvain-la-neuve: Academia L’Harmattan, 2011.

BENVENISTE, E. As relações de tempo no verbo francês. In: BENVENISTE, E. Problemas de linguística geral. São Paulo: Ed. Nacional, Ed. Universidade de São Paulo, 1976, p. 260-276.

BENVENISTE, E. O aparelho formal da enunciação. In: BENVENISTE, E. Problemas de linguística geral II. Campinas: Pontes, 1989, p. 81-90.

BONINI, A. A noção de sequência textual na análise pragmático-textual de Jean-Michel Adam. In: MEURER, J. L.; BONINI, A.; MOTTA-ROTH, D. (Org.) Gêneros: teorias, métodos, debates. São Paulo: Parábola Editorial, 2005, p. 208-236.

BRES, J. Structure de récit oral conversationnel. In: BRES, J. Approches de l’oral. Montpellier: Université Paul-Valéry - Montpellier 3, 2009.

BRONCKART, J. P. Atividade de linguagem textos e discursos: por um interacionismo sócio-discursivo. São Paulo: EDUC, 2007.

BRONCKART, J. P. O agir nos discursos: das concepções teóricas às concepções dos trabalhadores. Campinas: Mercado de Letras, 2008.

CUNHA, G. X. Uma proposta para o tratamento das relações de discurso temporais no Modelo de Análise Modular do Discurso. Revista do GEL, v. 9, p. 29-49, 2012.

CUNHA, G. X. A construção da narrativa em reportagens. 601f. Tese (Doutorado em Linguística) - Faculdade de Letras, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2013.

CUNHA, G. X. A construção da dinâmica temporal no jornalismo: análise do emprego das formas verbais em sequências narrativas de reportagens. Linguagem em (Dis)curso, v. 14, p. 139-158, 2014.

FILLIETTAZ, L.; GROBET, A. L’hétérogénéité compositionnelle du discours: quelques remarques préliminaires. Cahiers de linguistique française, v. 21, p. 213-259, 1999.

FIORIN, J. L. As astúcias da enunciação: as categorias de pessoa, espaço e tempo. São Paulo: Ática, 2010.

KOCH, I. G. V. A inter-ação pela linguagem. São Paulo: Contexto, 1997.

KOCH, I. G. V. Argumentação e linguagem. São Paulo: Cortez, 2008.

LABOV, W. The transformation of experience in narrative sintax. In: LABOV, W. Language in the inner city: studies in the black English vernacular. Philadelphia: University of Pennsylvania Press, 1972.

LABOV, W. Some further steps in narrative analysis, Journal of narrative and life history, v. 7, p. 395- 415, 1997.

MACHADO, A. R. O diário de leitura: a introdução de um novo instrumento na escola. São Paulo: Martins Fontes, 1998.

MACHADO, A. R. A perspectiva interacionista sociodiscursiva de Bronckart. In: MEURER, J. L.; BONINI, A.; MOTTA-ROTH, D. (Org.) Gêneros: teorias, métodos, debates. São Paulo: Parábola Editorial, 2005, p. 237-259.

MARINHO, J. H. C; DACONTI, G. C.; CUNHA, G. X. O texto e sua tipologia: fundamentos e aplicações. Coleção PROLEITURA. Belo Horizonte: Faculdade de Letras/UFMG, 2012.

REBOUL, A.; MOESCHLER, J. Temps, récit et discours. In: REBOUL, A.; MOESCHLER, J. Pragmatique du discours: de l’interprétation de l’énoncé à l’interprétationdudiscours. Paris: Armand Colin, 1998, p. 99-121.

TOMACHÉVSKY, B. Thématique. In: TODOROV, T. (Org.) Théorie de lalittérature. Paris: ÉditionsduSeuil, 1965[1925], p. 263-307.

WEINRICH, H. Le temps. Paris:Éditions du Seuil, 1973.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Guavira Letras (PPG-Letras) - ISSN 1980-1858 (Qualis A2)