A CRIANÇA, A ESCOLA E OS MICROPODERES: UMA ANÁLISE DAS TÉCNICAS DISCIPLINARES ATRAVESSANDO CORPOS

Mariana Diniz Bittencourt Nepomuceno, Márcia Aparecida Amador Mascia

Resumo


RESUMO: O presente artigo tem como objetivo levantar as relações de poder-saber enquanto mecanismo de controle e normalização dos sujeitos e de suas subjetividades instaurados desde a tenra infância, na instituição escolar. Tendo como referencial teórico os estudos da arquegenealogia realizados por Foucault, buscamos apreender a realidade de uma escola enquanto um micropoder institucional. Para tanto, procedemos à análise de algumas práticas e registros produzidos na referida instituição, nas quais se visualiza a aplicação das técnicas de coerção e de normalização próprias à gestão disciplinar dos sujeitos escolares. Conclui -se que os sujeitos, professores e alunos (crianças de 2 a 3 anos, neste caso), são construídos, embora de modo imperceptível, nas
práticas diárias em função do espaço e tempo, que delimitam o que deve ser feito ou não. Tais práticas constituem as técnicas disciplinares de que fala Foucault e funcionam de modo a desenhar os corpos, tornando-os dóceis e, portanto, úteis socialmente.


Palavras-chave: escola infantil; relações de poder-saber; sujeito.


ABSTRACT: This article aims at raising the relations of power-knowledge as a mechanism of control and standardization of the subjects and their subjectivities established since early childhood, in schools. Having as the theoretical framework the arqueological studies undertaken by Foucault, we try to apprehend the reality of a school while a micro-power institution. In order to do this, we analyzed some practices and records produced in the institution, in which we can see the techniques of coercion and norms related to the disciplinary management of the school subjects. We conclude that the subjects, teachers and students (children from 2 to 3 years, in this case) are constructed, though in a imperceptible way, in the daily practices in terms of space and time, that limit what should be done or not. Such practices constitute the disciplinary techniques of which Foucault deals and operate in a way of drawing the bodies, making them docile and therefore socially useful.


Keywords: early childhood school; power-knowledge relations; subject.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 Guavira Letras (PPG-Letras) - ISSN 1980-1858 (Qualis A2)